Modelo de Petições

Só mais um site WordPress

Modelo de Petição: Direito Civil e Processual Civil – Petição de Impugnação – Ação de Reparação de Danos – Impugnação à contestação, em ação de indenização, reiterando-se o nexo de causalidade entre a perda da guarda do filho e a veiculação indevida de fotografias da autora.

Impugnação à contestação, em ação de indenização, reiterando-se o nexo de causalidade entre a perda da guarda do filho e a veiculação indevida de fotografias da autora.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ….. VARA CÍVEL DA COMARCA DE ….., ESTADO DO …..

AUTOS Nº …..

….., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ….., portador (a) do CIRG n.º ….. e do CPF n.º …..,  residente e domiciliado (a) na Rua ….., n.º ….., Bairro ….., Cidade ….., Estado ….., por intermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante procurador(a) (procuração em anexo – doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ….., nº ….., Bairro ….., Cidade ….., Estado ….., onde recebe notificações e intimações,  vem mui respeitosamente, nos autos em que contende com ….., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º ….., com sede na Rua ….., n.º ….., Bairro ……, Cidade ….., Estado ….., CEP ….., representada neste ato por seu (sua) sócio(a) gerente Sr. (a). ….., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ….., portador (a) do CIRG nº ….. e do CPF n.º ….., à presença de Vossa Excelência apresentar

IMPUGNAÇÃO À CONTESTAÇÃO

pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

Toda a peça contraditória e documentos a ela acostados procuram somente desviar o assunto do ponto principal que gerou o pedido da peça exordial, que é o ato danoso praticado pela constante contra a autora, sua imagem, sua honra e principalmente sua vida privada.

As fotos que tirou eram para serem utilizadas na formação de um “book” para apresentar aos interessados na contratação de seus serviços, hoje uma profissão muito respeitada e de prestígio.

Confessando a contestante que o ex-marido da autora conseguiu as fotos ardilosamente engendrando, através de terceiros, a confecção das mesmas, pelo fotógrafo da contestante, que de boa fé, sem questionar para que fins seriam utilizadas, as revelou e entregou, confessa a autoria e a materialidade do ato ofensivo.

A entrega das fotos à pessoa estranha torna mais grave o fato do que se fosse ao ex-marido da autora.

É lógico que a contestante é a responsável pela divulgação das fotos, pois sem as novas revelações não haveria como serem utilizadas, pois não existiriam.

É lógico que procure defender-se e apontar outras causas para a decisão que tirou o filho da autora de seu convívio, mas como diz o ditado: uma imagem vale mais que mil palavras e foram as fotos usadas de forma errada que comprometeram a imagem da autora.

Vítima de ardil, ou não, de seu ex-marido, foi a contestante que municiou o mesmo e possibilitou o evento danoso.

A questionada conduta da autora é uma afirmativa nos moldes e interesse do ex-marido, constante em processo que deveria correr em segredo de justiça, provando mais uma vez que a contestante não tem ética nem compostura, não se importa em invadir mais uma vez a privacidade da autora devanando-a sem preocupação outras que o seu confirmado egoísmo.

E ainda procura comprometer a imagem da autora chamando seu comportamento de promíscuo e desairoso, com base nas alegações encontradas unicamente em processo sigiloso.

É tão temerária a contestação que chega ao cúmulo de julgar que o comportamento choca-se com o bem estar da criança.

Tudo isso para fugir à responsabilidade que a lei lhe impôs e lhe cobra.

DO DIREITO

Reza o art. 186 do Novo Código Civil que quem causa danos a outrem tem o dever de indenizá-lo.

É patente, excelência que os danos causados à autora são muito graves, uma vez que a mesma perdeu o pátrio-poder de seu filho em razão de veiculação indevida de fotos por parte da empresa ré.

DOS PEDIDOS

Reitera o pedido inicial que tem fundamento em nossa Lei Magna.

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]

__


________

________

Categoria: Civil e Processual Civil, Petições
Palavras-Chaves: , , , , , ,

Banco de Petições e Contratos: 4744 Petições e Contratos Disponíveis







Comentar