Modelo de Petições

Só mais um site WordPress

Modelo de Petição: Direito Civil e Processual Civil – Petição Inicial – Ação de Reparação de Danos – Ação de reparação de danos interposta pelo DER, tendo em vista a destruição de ponte por negligência do réu.

Ação de reparação de danos interposta pelo DER, tendo em vista a destruição de ponte por negligência do réu.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA …. VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DE …. – ESTADO DO …..

….., pessoa jurídica de direito público interno erigida em autarquia ex vi  do artigo 1º, do Decreto nº 3.843, de 31/08/77, criado pelo Decreto Lei nº 547, de 18/12/46, vinculado a Secretaria dos Transportes (artigo 112, da Lei nº 8.485, de 03/06/77), com sede na Av. …. nº …., na Comarca de …., Estado do …., através de sua Procuradoria Jurídica Regional, situada na Av. …. nº …., na Comarca de …., Estado do …., por seu advogado e procurador ao final assinado, ut  Instrumento de Delegação de Poderes incluso (doc. nº ….), vem com o devido respeito e acatamento a Vossa Excelência, com arrimo no artigo 275, inciso I, do Estatuto Adjetivo Civil, propor

AÇÃO DE REPARAÇÃO DE DANOS

em face de

….., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ….., portador (a) do CIRG n.º ….. e do CPF n.º …..,  residente e domiciliado (a) na Rua ….., n.º ….., Bairro ….., Cidade ….., Estado ….., pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

Em …. de …. de …., por volta das …. horas, o Requerido conduzia o veículo caminhão …., ano …., cor …., placa …., da Comarca de …. – …., pela BR …., respectivamente no Km …., sentido …. – …., quando perdeu o controle de seu veículo conduzido, vindo a abalroar-se contra a lateral direita da ponte existente sobre o Rio …., no trecho supracitado, conseqüentemente projetando sua carga (uma caminhoneta) para dentro do Rio, atingindo o lado esquerdo das defensas, causando danos a …. metros na lateral direita e …. metros na lateral esquerda do guarda corpo da referida ponte (conforme faz prova o Boletim de Ocorrência em anexo  – doc. nº …. a ….).

O Requerente  constitui entidade autárquica, dotada de personalidade jurídica de direito público, que tem por escopo executar o Programa Rodoviário Estatal e conservar as Rodovias estaduais, que revestem-se de caracteres de “bem público”.

O guarda corpo da ponte do Rio …., destruído parcialmente pelo veículo conduzido pelo Requerido, é de propriedade do Estado e a responsabilidade pela sua manutenção e segurança pertencem ao DER/.., ora Requerente.

A Diretoria de Conservação deste Departamento, elaborou Planilha Descritiva de custos dos serviços e materiais (doc. nº ….) pertinente a recomposição de ….  unidades do guarda corpo, montando um custo total de R$ …. (…. reais), obtido com base em tabela de preços do DER/.. de …./….

Procurado para uma composição amigável, o Requerido negou-se a fazê-lo (em anexo notificação-ofício – doc. nº ….), não restando outra alternativa, senão a de procurar as vias judiciais.

DO DIREITO

A culpa do Requerido está claramente caracterizada, visto que o condutor do caminhão agiu com negligência e imprudência, trafegando com o veículo sem condições de conservação e segurança, face a esse apresentar grave problema no rodado dianteiro esquerdo, conforme o próprio condutor, ora Requerido declarou (em anexo ao Boletim de Ocorrência a declaração do condutor do veículo 1 – doc. nº ….).

A C.A.A.T.R. (Comissão de Análise de Acidentes de Trânsito Rodoviário) em análise ao Boletim de Ocorrência, considerou o condutor do caminhão, como infrator das normas dos artigos 175, inciso I e VII e 181, inciso XXX, alínea “p” do R.C.N.T., a saber:

“Art. 175 RCNT. É dever de todo condutor de veículo:
I – dirigir com a atenção e os cuidados indispensáveis à segurança do trânsito.
(…)
VII – obedecer à sinalização.”

“Art. 181 RCNT. É proibido a todo condutor de veículo:
(…)
XXX – transitar com o veículo:
(…)
alínea ‘p’ – em mau estado de conservação e segurança.”

A inteligência jurisprudencial têm se firmado nesse sentido:

“Age com negligência o condutor do veículo que não manda proceder aos reparos recomendáveis de seu automóvel, máxime aqueles com mais de nove anos de uso, pois previsível que o comprometimento da máquina ocasione acidente.” (Ap. 333.019, 1ª Câm. do TACrimSP, 1984, Rel. Gustavo Uhlendorff).

“Mau estado de conservação do veículo: age com culpa por imprudência a condutor de caminhão que o dirige sabendo do mau estado do mesmo, devendo ser responsabilizado também a empresa proprietária, pela relapsia revelada na ausência de zelo com um veículo pesado.” (Ap. 293.375, 4ª Câm. do TACrimSP, 1983, Rel. Nelson Schiesari, JTACrimSP, 78:264).

“Não há como afastar a culpa do condutor que dirige seu veículo com pneus fora de condições de tráfego.” (Ap. 291.619, 10ª Câm. do TACrimSP, 1983, Rel. Munhoz Soares, JTACrimSP, 77:302).

O Requerente tem sua pretensão arrimada no dispositivo legal do artigo 186, primeira parte, do Código Civil Brasileiro, visto que o Requerido, por agir de modo negligente e imprudente, conforme acima relatado, causou danos ao Estado, devendo, por conseguinte, ressarcir o prejuízo que causou.

DOS PEDIDOS

Ex positis, vem mui respeitosamente a presença de Vossa Excelência, requerer o que segue:

A citação do Requerido, por meio de Carta de Citação, no endereço constante às fls. …. dessa Exordial, para que tome conhecimento da presente actio, para querendo, comparecer em Audiência a ser designada, responder e apresentar suas provas, sob pena de revelia;

Seja a presente demanda julgada procedente, condenando o Requerido ao pagamento correspondente a importância orçada em Planilha Descritiva de serviços e custos deste Departamento, equivalente a R$ …. (…. reais), acrescido de juros e atualização monetária da data da planilha ora juntada, além dos honorários advocatícios à base de 20% (vinte por cento) do valor da condenação, mais custas processuais;

Requer a intervenção do digno Representante do Ministério Público, nos termos do artigo 82, inciso III, do Código de Processo Civil;

Requer ainda, os benefícios do § 2º, do artigo 172 do Estatuto Adjetivo Civil, para as diligências do Sr. Oficial de Justiça, visto que o Requerido exerce a profissão de comerciante;

Requer, por derradeiro, que a presente demanda seja processada pelo Rito Sumaríssimo em razão do permissivo legal, contido no artigo 275, inciso I, do Código de Processo Civil.

Protesta pela apresentação de todos os meios de provas em direito admitidos, inclusive pelos documentos juntados a essa Exordial, bem como pelo depoimento pessoal do Requerido, sob pena de confesso e inquirição de testemunhas, em anexo arroladas, o que fica desde já requerido, também por perícias, caso haja necessidade.

Dá-se a causa, o valor de R$ ….

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]

__


________

________

Categoria: Civil e Processual Civil, Petições
Palavras-Chaves: , , , , , , , ,

Banco de Petições e Contratos: 4744 Petições e Contratos Disponíveis







Comentar