Modelo de Petições

Só mais um site WordPress

Modelo de Petição: Direito Civil e Processual Civil – Petição Inicial – Ação de Reparação de Danos pelo Rito Sumário – Ação de reparação de danos pelo rito sumário, em decorrência de acidente de trânsito.

Ação de reparação de danos pelo rito sumário, em decorrência de acidente de trânsito.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ….. VARA CÍVEL DA COMARCA DE ….., ESTADO DO …..

….., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ….., portador (a) do CIRG n.º ….. e do CPF n.º …..,  residente e domiciliado (a) na Rua ….., n.º ….., Bairro ….., Cidade ….., Estado ….., por intermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante procurador(a) (procuração em anexo – doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ….., nº ….., Bairro ….., Cidade ….., Estado ….., onde recebe notificações e intimações,  vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência propor

REPARAÇÃO DE DANOS EM DECORRÊNCIA DE ACIDENTE DE VEÍCULO,PELO PROCEDIMENTO SUMÁRIO

em face de

….., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ….., portador (a) do CIRG n.º ….. e do CPF n.º …..,  residente e domiciliado (a) na Rua ….., n.º ….., Bairro ….., Cidade ….., Estado ….., pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

No dia …./…./…, por volta das …. hs, no cruzamento da Rua …. e Rua …., a Autora teve seu automóvel …., cor …., placas …., chassi …., abalroado pelo automóvel …., tipo …., placas …., de propriedade da Ré e no ato conduzido pelo segundo demandado.

A Autora, deslocava-se pela Rua …. e, no cruzamento com a Rua …., tendo em vista a existência de semáforo, parou, pois o mesmo estava fechado.

Um terceiro, que encontrava-se também parado no local, porém, sendo o primeiro a sair, adentrou o sinal fechado, Por consequência, todos os veículos que estavam parados, aguardando o sinal abrir, avançaram alguns metros, porém, o segundo demandado, condutor do veículo ambulância, EM UM ATO INJUSTIFICADO, lançou o automóvel sobre o veículo da Autora, atingindo a parte traseira, ocasionando danos materiais.

Em razão da colisão, sofreu a Autora, os danos econômicos descritos no doc. 06/08, na importância de R$ …. (….), datado de …/…/…, emitido pela Concessionária ….

O evento ocorreu por culpa exclusiva do condutor da ambulância, que com manifesta IMPRUDÊNCIA, NEGLIGÊNCIA e IMPERÍCIA, sem tomar as precauções que o local e as circunstâncias momentâneas exigiam e pertinentes a um bom condutor, veio a chocar-se contra o veículo parado aguardando abrir o semáforo.

DO DIREITO

1. DA IMPRUDÊNCIA

Foi imprudente o motorista da ambulância, por ter conduzido seu veículo com arrojo, afoitamente  face  as circunstâncias momentâneas e locais.

O local dos fatos, é área central da cidade, onde existe um grande tráfego de veículos e pessoas, logo, lhe competia, como um bom condutor, tomar todas as precauções necessárias para evitar o acidente.

Com sua atitude, incorreu em uma desatenção culpável, lesando o patrimônio alheio.

2. NEGLIGÊNCIA

É negligente, por desprezar, desatender não ter o cuidado necessário para a prática do ato.

Faltou-lhe as diligências necessárias para a execução do avanço no semáforo, omitiu-se, inobservou as regras básicas que o dever lhe impunha como motorista.

3. DA IMPERÍCIA

Agiu imperitamente, por ter realizado a condução de seu veículo com ineficiência, talvez por erro ou engano, por não ter agido com a habilidade necessária que as circunstâncias exigiam.

Foi imperito, por não ter conseguido segurar a ambulância, logo lhe competia a eficiente ação de parar o veículo no local e distância regulamentar, porém, nada disso fez, tornando-se, portanto, a qualquer sorte imperito.

05) Quando do evento, o condutor da ambulância, segundo demandado, assumiu toda a responsabilidade, inclusive, houve até acerto para que no dia seguinte, a Autora comparecesse no endereço da Ré, para receber o montante dos danos, uma vez que necessário era a exibição do orçamento.

Inúmeras foram as vezes, que a Autora tentou a composição amigável, sem com isto, lograr êxito, viu-se obrigada a recorrer a tutela jurisdicional.

06) Conforme demonstra o contido nos documentos inclusos, doc. 06/10, dois orçamentos emitidos por  CONCESSIONÁRIAS AUTORIZADAS, cujos valores para reparação do dano, importam em R$ …. (….) e R$ …. (….) orçamentos datados de …/…/… e …/…/…, respectivamente.

DOS PEDIDOS

Diante do exposto, REQUER:

a) o recebimento com a determinação dos demais trâmites legais;
b) a citação da Ré na pessoa de seu Representante legal e o Réu pessoalmente, no endereço inicialmente  declinado, para que caso queiram de forma conjunto ou individual, contestem a presente ação sob pena de revelia;
c) a produção de todo o gênero de provas em direito admitido, em especial, o depoimento pessoal do Representante legal da Ré e do Réu, sob pena de confissão, oitiva das testemunhas arroladas, perícias, avaliações, juntada de documentos e outras provas necessárias;
d) o julgamento pela procedência da presente ação, condenando os Réus solidários ou individualmente, ao pagamento de R$ …. (….), referente aos prejuízos econômicos sofridos pela Autora, em decorrência do ato praticado pelo segundo demandado com o veículo da Ré, acrescidos de juros e correções legais, desde …./…/…, até a data do efetivo pagamento, mais custas, despesas, sucumbência e honorários advocatícios na ordem de 20% sobre o valor da condenação e demais condenações de estilo;

Dá-se à causa o valor de R$ ….

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]

Rol de Testemunhas:

1) …., Rua ….

2) …., Rua ….

AS TESTEMUNHAS COMPARECERÃO A AUDIÊNCIA INDEPENDENTE DE INTIMAÇÃO.

__


________

________

Categoria: Civil e Processual Civil, Petições
Palavras-Chaves: , , , , ,

Banco de Petições e Contratos: 4744 Petições e Contratos Disponíveis







Comentar