Modelo de Petições

Só mais um site WordPress

Modelo de Petição: Direito Civil e Processual Civil – Petição Inicial – Alvará Judicial – Pedido de expedição de alvará judicial para autorização de celebração de contrato de compra e venda.

Pedido de expedição de alvará judicial para autorização de celebração de contrato de compra e venda.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ….. VARA CÍVEL DA COMARCA DE ….., ESTADO DO …..

….., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ….., portador (a) do CIRG n.º ….. e do CPF n.º …..,  residente e domiciliado (a) na Rua ….., n.º ….., Bairro ….., Cidade ….., Estado ….., por intermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante procurador(a) (procuração em anexo – doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ….., nº ….., Bairro ….., Cidade ….., Estado ….., onde recebe notificações e intimações,  vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência propor

PEDIDO DE EXPEDIÇÃO DE ALVARÁ JUDICIAL PARA AUTORIZAR CELEBRAÇÃO DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA

pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

O autor, ………………………………………….., encontra-se casado em regime de comunhão universal de bens com ……………….., desde … de ……….. de ……………., desta união advieram três filhos, …………………………………., atualmente com 25 (vinte cinco) anos, ……………….., com 20 (vinte) anos e …………………………………………….., com 15 (quinze) anos.

Com o intuito de vender o apartamento e sua respectiva garagem, situados na rua ………………………………….. nº …….., bairro ………… na cidade de ………………………… – …….., imóveis estes devidamente registrados na …… Circunscrição de Registro de Imóveis de …………, com matrículas registrados sob os números …………… e …………………, respectivamente, para sua filha ………………………………………, iniciaram processo administrativo junto à Caixa Econômica Federal.

Entretanto, o contrato por instrumento particular de compra e venda com quitação, mútua com obrigações, cancelamento e constituição de nova hipoteca, em anexo, não pode ser celebrado entre as partes, visto que o entendimento dos consultores jurídicos da Caixa Econômica Federal é de que é necessário autorização judical no caso de venda de ascendentes para descendente, com a anuência dos demais descendentes.

Diante da necessidade de se obter autorização judicial para a venda do imóvel, o auto, aqui representando seu filho menor de dezesseis anos, ……………………………………………, vem a presença de Vossa Excelência solicitar de alvará judicial, diante dos motivos de direito que se passa a aduzir.

DO DIREITO

De acordo com a legislação vigente, o proprietário tem direito de alienar livremente seus bens, mas, para vendê-los a um de seus descendentes, carecerá do prévio consentimento dos demais. Repercute, então, sobre o proprietário ascendente o disposto no artigo 496 do NCC, em que se considera anulável a venda de ascendente para descendente, salvo se os outros descendentes e o cônjuge do alienante expressamente houveram consentido.

Para a validade do negócio jurídico e efetiva celebração do contrato, é necessária a presença, entre outros elementos essenciais genéricos, de agentes capazes. Presupõe-se aos agentes da relação contratual, capacidade e legitimação. Nesse passo entende-se que “os detentores da incapacidade de exercício só podem praticar os atos da vida civil mediante o instituto da representação, como regra geral. Supre-se a incapacidade dos absolutamente incapazes pela representação”.

A necessidade da autorização judicial para a transferência do imóvel decorre do fato de …………………………………., ser menor incapaz, ainda não tendo completado dezesseis anos de idade. Porém, nesta idade já recebeu, no seio familiar, certas noções essenciais, que lhe dão o critério moral necessário para orientar-se na vida, bem como a educação intelectual já lhe deu luzes suficientes para dirigir suas atividades jurídicas, desde que sob a vigilância da pessoa designada pelo direito para auxilia-lo e protegê-lo, conforme o disposto no artigo 1634, V, NCC:

“Art. 1634: Compete aos pais, quanto à pessoa dos filhos menores:

V – representá-los, até aos 16 (dezesseis) anos, nos atos da vida civil, e assisti-lo, após essa idade, nos atos em que forem partes, suprindo-lhes o consentimento.”

DOS PEDIDOS

Diante de todo o exposto, ………., movem a presente ação, para o que vêm, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, requerer:

a)Citação de todos os interessados:

……………………………………., Rua ………………, nº …… Bairro……….. Cep ………………. , cidade de ……………. – ……

……………………………………., Rua ………………, nº …… Bairro……….. Cep ………………. , cidade de ……………. – ……

……………………………………., Rua ………………, nº …… Bairro……….. Cep ………………. , cidade de ……………. – ……

b)Intimação do Representante do Ministério Público para comparecer aos autos;

c)Expedição do competente alvará judicial, autorizando a celebração do contrato de compra e venda.

Dá-se a causa o valor de R$ …..

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]

__


________

________

Categoria: Civil e Processual Civil, Petições
Palavras-Chaves: , , ,

Banco de Petições e Contratos: 4744 Petições e Contratos Disponíveis







Comentar