Modelo de Petições

Só mais um site WordPress

Modelo de Recurso de Multa de Trânsito – Multa por infração do artigo 175 do C.T.B (Arrancada Brusca) – Preliminarmente, alega impropriedade formal, no mérito, o recurso alega que a manobra fora realizada para desviar de um pedestre que surgiu repentinamente da calçada para o leito carroçavel.

Preliminarmente, alega impropriedade formal, no mérito, o recurso alega que a manobra fora realizada para desviar de um pedestre que surgiu repentinamente da calçada para o leito carroçavel.

 

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA JARI DO (órgão de trânsito responsável pela multa) DO MUNICÍPIO DE ….

Eu (qualificação e endereço) venho respeitosamente à presença de Vossa Senhoria, com fundamento na Lei nº 9.503/97, interpor o presente recurso contra a aplicação de penalidade por suposta infração de trânsito, conforme notificação anexa, o que faz da seguinte forma.

Verifica-se que o Auto de Infração aqui questionado não ostenta todos os elementos obrigatórios previstos no artigo 280 do Código de Trânsito Brasileiro, particularmente por dele não constar, de forma clara, a identificação do agente atuador. Isto posta, e constatada referida impropriedade formal, deve ser o Auto de Infração objeto de anulação, procedendo-se, em seguida, nos termos do artigo 286, parágrafo segundo, do Código de Trânsito Brasileiro.

Quanto ao mérito, simplesmente não tem como subsistir o Auto de Infração questionado. Se não, vejamos:

Apontou-se violação ao Artigo 175  (Manobra perigosa ou arrancada brusca em via pública). Entretanto, a manobra foi efetuada por motivo de segurança,porque evitei de todas as maneiras um atropelamento, desviando – me rapidamente e intuitivamente de um pedestre, que surgiu repentinamente da calçada para o leito carroçável, e me vi na obrigatoriedade de efetuar esta manobra.

Quero crer, que o agente policial não deve ter notado o real acontecimento, devido ao motivo que o citado local existe uma curva e o fato aconteceu antes de adentrar esta citada curva e que conseqüentemente o policial não deve ter observado isso alguns segundos antes.

Quero registrar aos Ilmos Srs. que esta manobra que realizei foi definitivamente no intuito de evitar um atropelamento com causas irreversíveis e esta manobra foi fruto de um ato imprevisível e inevitável e não deveria ser duramente penalizado por isso.

Ademais cumpre-me informar que se realmente tivesse praticado tal infração,deveria o Policial de Trânsito ou Agente,recolher o documento de habilitação e fazer a remoção do veículo e isso não aconteceu,prova incontestável de que não cometi a infração descrita.Existe Meia-Penalização?

Diante dos fatos expostos que retratam com fidelidade o que realmente aconteceu,peço-lhes o deferimento desta multa e a extinção dos pontos.

Termos em que,

Pede deferimento.

….., ….. de ……. de …..

……………………….
Nome Completo

__


________

________

Categoria: Multa de Trânsito, Recursos


Banco de Petições e Contratos: 4744 Petições e Contratos Disponíveis







Comentar